Hana

A Hana Perina pelas Mademoiselle Photo
Nasceu no campo, na então Checoslováquia.
O tempo e a revolução tornaram-na Checa.
Portugal acontece com um projeto de voluntariado cultural que a leva até Alcobaça.
Regressa à república checa e às belas artes.
Estuda durante um ano nos Estados Unidos e um atelier de escultura altera-lhe quase tudo. A questão do espaço e da natureza.
12079293_1482126542090807_1407410335036747494_n

“Foi muito importante estar tão longe, comigo só! Longe do que era familiar!”
Regressa a Portugal para fazer erasmus; mas o amor troca-lhe as voltas e decide ficar.
A ‪#‎Lacunawork‬ aparece como quase todas as coisas importantes nos aparecem, no encadeamento de outras.
Olhar para a natureza, caminhar por ela adentro e depois o trabalho criativo de recuperação e transformação a partir dos materiais recolhidos.
A magia dos cadernos, dos livros, dos álbuns que faz é essa lacuna, esse espaço para ser preenchido.
Sem a melodia de falta que a língua portuguesa arrasta consigo.
12079232_1482126555424139_5597219213422541419_n

A Hana considera essencial o trabalho coletivo e na construção da Lacuna existe o companheiro Rúben, profissional de restauro de madeira e parceiros como a amiga Teresa, que trabalha o papel e faz‪#‎encadernaçãocopta‬ e a comunidade Vida e Paz de Sapataria na área de lixamento de madeiras.
Pergunto à Hana como é o seu olhar sobre nós: falamos das familias tugas, grandes e matriarcais, duma bastante mais protetora presença parental no crescimento das crianças e do nosso campo por onde é sempre muito difícil de caminhar.
12107248_1482126528757475_8568910620049226723_n

Tudo é verde em torno da casa da Hana e com cheiro bom de madeira.
Quando começamos a fazer as imagens percebo que a Hana gosta do movimento, de saltar.
Pergunto-lhe se gosta de dançar. Que sim, muito, por todo o lado!
Caminhamos até ao centro da aldeia e mais imagens e conversa, até à hora dos filhos da Hana regressarem da escola.
“Na criação, o objetivo não é ser bonito!
12079712_1482126598757468_3562692416931352011_n

A questão da estética é uma pequena parte da realidade visual, porque ser agradável à vista é uma pequena parcela da realidade!
É o mesmo que pensar que vais usar apenas as palavras que são agradáveis.
Não poderias transmitir muita coisa. Ficarias bastante limitada!”- diz a Hana.
Enquanto se movimenta dentro das minhas imagens ouço-a ainda dizer: “Felizmente nasci em 3D!”

12072596_1482126558757472_758099208154284260_n

Imagem e texto © MademoisellePhoto


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.